Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.tede.universidadefranciscana.edu.br:8080/handle/UFN-BDTD/614
Tipo do documento: Dissertação
Título: QUALIDADE DE VIDA E ESTADO NUTRICIONAL DE MULHERES SOBREVIVENTES DO CÂNCER DE MAMA EM TERAPIA HORMONAL ADJUVANTE
Autor: Flores, Priscila da Trindade
Primeiro orientador: Moraes, Cristina Machado Bragança de
Primeiro coorientador: Antoniazzi, Raquel Pippi
Primeiro membro da banca: Kirsten, Vanessa Ramos
Segundo membro da banca: Colpo, Elisângela
Resumo: O câncer de mama é a causa mais frequente de morte associada ao câncer em mulheres no mundo e no Brasil. O objetivo do presente estudo foi avaliar o perfil epidemiológico, estado nutricional e a qualidade de vida de mulheres com câncer de mama. A população do estudo foi composta por mulheres diagnosticadas com câncer de mama em tratamento no Hospital Universitário de Santa Maria, RS, Brasil. O estudo foi desenvolvido em duas etapas: Na etapa 1, estudo transversal retrospectivo de dados do Registro Hospitalar de Câncer, no período de 2010 a 2013. Na etapa 2, foi realizado estudo transversal de janeiro a agosto de 2017. Foram coletados dados sociodemográficos, antropométricos, hábitos de vida, qualidade de vida (QV) através do questionário Short-Form Health Survey (SF-36) e questionário de frequência alimentar para avaliação da adesão as recomendações de estilo de vida do World Cancer Research Fund (WCRF) e American Institute for Cancer Research (AICR). Para avaliar a associação entre as variáveis foram realizados teste de Qui-quadrado e teste de Kruskal Wallis. A associação entre variáveis independentes e os desfechos foi determinada por análise univariada, por meio de odds ratio brutas, assumindo-se intervalos de 95% de confiança. As variáveis com valor de p <0,20 na análise univariada serão incluídas em modelo de regressão. O artigo 1, teve como objetivo avaliar o perfil epidemiológico e determinar os fatores associados à presença de mais de um tumor primário. A amostra foi composta por 699 mulheres, 88,6% auto referidas brancas. Após ajuste, a ocorrência de mais de um tumor primário foi maior em mulheres com mais de 57 anos e expostas ao álcool. No artigo 2, o objetivo foi avaliar a adesão às novas recomendações do WCRF/AICR, por mulheres brasileiras em terapia hormonal adjuvante e os seus fatores associados. O escore médio de adesão às recomendações da WCRF/AICR foi de 4,4 pontos, de um total de 8 pontos. A maior pontuação é associada a maior adesão, e esteve correlacionada à maior escolaridade. O objetivo do artigo 3 foi avaliar os fatores associadas a QV de mulheres sobreviventes do câncer de mama em terapia hormonal adjuvante com tamoxifeno. Foram avaliadas 143 mulheres. Apresentaram menores escores de QV nos domínios e componentes do SF-36 as pacientes que tiveram: ocupação externa, tabagismo atual, não praticavam atividade física, apresentar ≥ 2 doenças associadas, presença de ≥ 3 efeitos colaterais a todos os domínios de qualidade de vida, índice de massa corporal (IMC) elevado (dor), circunferencia da cintura (CC) elevada, relação da circunferência da cintura-quadril (RCQ) elevada. Podemos observar nos presentes artigos, a população estudada foi representada por mulheres de baixa escolaridade, autodeclaradas brancas na faixa etária de 50 anos. Os efeitos colaterais decorrentes do tratamento e não praticar atividade física impactam negativamente na qualidade de vida física e mental. A maioria das mulheres apresentam índices antropométricos de IMC, CC e RCQ elevados e foram associados a pior qualidade de vida física. As recomendações do WCRF/AICR apresentaram baixa adesão nesta população, e esteve associada a menor escolaridade.
Abstract: Breast cancer is the most frequent cause of death associated with cancer in women worldwide and in Brazil. The objective of the present study was to evaluate the epidemiological profile, nutritional status and quality of life of women with breast cancer. The study population was composed of women diagnosed with breast cancer under treatment at the Hospital Universitário de Santa Maria, RS, Brazil. The study was developed in two stages: In step 1, a retrospective cross-sectional study of the Hospital Registry of Cancer, from 2010 to 2013. In stage 2, a cross-sectional study was carried out from January to August 2017. Socio-demographic, anthropometric, lifestyle, quality of life (QoL) data were collected using the Short-Form Health Survey (SF-36) and food frequency questionnaire to assess adherence to lifestyle recommendations from the World Cancer Research Fund (WCRF) and American Institute for Cancer Research (AICR). To evaluate the association between the variables were performed Chi-square test and Kruskal Wallis test. The association between independent variables and outcomes was determined by univariate analysis using crude odds ratios, assuming 95% confidence intervals. Variables with a value of p <0.20 in the univariate analysis will be included in the regression model. Article 1 aimed to evaluate the epidemiological profile and to determine the factors associated with the presence of more than one primary tumor. The sample consisted of 699 women, 88.6% referred to as white. After adjustment, the occurrence of more than one primary tumor was higher in women over 57 years old and exposed to alcohol. In article 2, the objective was to evaluate adherence to the new WCRF / AICR recommendations by Brazilian women in adjuvant hormone therapy and its associated factors. The average adherence score to the WCRF / AICR recommendations was 4.4 points out of a total of 8 points. The highest score is associated with higher adherence, and was correlated with higher schooling. The objective of article 3 was to evaluate the predictive factors associated with QoL of breast cancer survivors in adjuvant hormone therapy with tamoxifen. A total of 143 women were evaluated. Patients who had: external occupation, current smoking, did not practice physical activity, had ≥ 2 associated diseases, presence of ≥ 3 side effects in all domains of quality of life, elevated body mass index (BMI), high waist circumference (WC), high waist-hip circumference (WHR). We can observe in the present articles, the studied population was represented by women of low education, self-declared white in the age group of 50 years. The side effects resulting from the treatment and not practicing physical activity negatively impact the physical and mental quality of life. Most of the women present high anthropometric indexes of BMI, CC and WHR and were associated with worse physical quality of life. The WCRF / AICR recommendations presented low adherence in this population, and were associated with lower schooling.
Palavras-chave: Qualidade de vida; Perfil de saúde; Neoplasia de mama; Sobreviventes; Estado nutricional
Quality of life; Health profile; Breast neoplasm; Survivors; Nutritional status
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde e da Vida
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Franciscana
Sigla da instituição: UFN
Departamento: Ciências da Saúde e da Vida
Programa: Mestrado em Ciências da Saúde e da Vida
Citação: Flores, Priscila da Trindade. QUALIDADE DE VIDA E ESTADO NUTRICIONAL DE MULHERES SOBREVIVENTES DO CÂNCER DE MAMA EM TERAPIA HORMONAL ADJUVANTE. 2018. 102f. Dissertação( Mestrado em Ciências da Saúde e da Vida) - Universidade Franciscana, Santa Maria - RS .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://www.tede.universidadefranciscana.edu.br:8080/handle/UFN-BDTD/614
Data de defesa: 20-Jul-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências da Saúde e da Vida

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_PriscilaDaTrindadeFlores.pdf2,14 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons