Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.tede.universidadefranciscana.edu.br:8080/handle/UFN-BDTD/660
Tipo do documento: Dissertação
Título: QUALIDADE DE VIDA E LESÕES BUCAIS EM MULHERES SOBREVIVENTES AO CÂNCER DE MAMA
Autor: Jardim, Luísa Comerlato
Primeiro orientador: Antoniazzi, Raquel Pippi
Primeiro coorientador: Moraes, Cristina Machado Bragança de
Primeiro membro da banca: Ardenghi, Thiago Machado
Segundo membro da banca: Skupien, Jovito Adiel
Resumo: O câncer de mama (CM) é um dos tipos de câncer mais prevalentes no mundo. O tratamento pode ser loco-regional e/ou sistêmico e pode determinar diversas alterações na saúde geral e bucal impactando negativamente na qualidade de vida dos sobreviventes da doença. Porém, poucos estudos avaliaram a qualidade de vida relacionada à saúde bucal (QVRSB) e lesões bucais (LB) nesta população. A dissertação apresenta dois artigos. O artigo 1 teve como objetivo avaliar a QVRSB e fatores associados em mulheres sobreviventes ao CM e o artigo 2 avaliou a prevalência de LB e os fatores associados. Foi realizado um estudo transversal com avaliação de 151 mulheres sobreviventes ao CM em acompanhamento no hospital público. Foram coletados dados sociodemográficos, condições de saúde geral, dados médicos relacionados ao CM, condições bucais (CPO-D e LB), percepções da condição bucal (xerostomia) e QVRSB (OHIP-14). 58,9% das mulheres apresentaram impacto negativo na QVRSB. Após análise multivariada, mulheres com xerostomia e mais de 3 dentes restaurados apresentaram respectivamente 2,92 (IC 1,20-7,09) e 1,98 (IC 1,01-3,87) vezes maior impacto na QVRSB comparadas as mulheres sem xerostomia e com menor número de restaurações. 24% das participantes apresentaram pelo menos uma LB, sendo a mácula a lesão fundamental mais encontrada (31,2%). A região mais atingida foi o palato duro (36,0%). Os fatores associados à prevalência de LB após ajuste foram xerostomia e perda dentária (P<0,05). Pode-se concluir que mulheres sobreviventes ao CM apresentaram alta prevalência de impacto negativo na QVRSB e LB, associadas a variáveis odontológicas. Conhecer os fatores que influenciam no bem-estar e as condições de saúde dessa população favorece o planejamento e execução de ações preventivas e diagnósticas pelas equipes de saúde.
Abstract: Breast cancer (BC) is one of the most prevalent cancers in the world. The treatment may be locoregional and/or systemic and can determine several changes in general and oral health impacting negatively on the quality of life of survivors of the disease. However, few studies have evaluated oral health related quality of life (OHRQoL) and oral lesions (OL) in this population. The dissertation presents two articles. Article 1 aimed to evaluate the OHRQoL and associated factors in women who survived BC, and article 2 assessed the prevalence of OL and associated factors. A cross-sectional study was conducted with 151 women surviving BC, undergoing follow-up at the public hospital. Socio-demographic data, general health conditions, medical data related to CM, oral conditions (DMF-T and OL), perceptions of the oral condition (xerostomia) and OHRQoL (OHIP-14) were collected. 58.9% of the women had a negative impact on the OHRQoL. After multivariate analysis, women with xerostomia and more than 3 restored teeth had, respectively, 2.92 (CI 1.20-7.09) and 1.98 (CI 1.01-3.87) times greater impact on OHRQoL compared to women without xerostomia and with fewer restorations. 24% of the participants presented at least one OL, the macula being the most found fundamental lesion (31.2%). The most affected region was the palate (36.0%). The factors associated with the prevalence of LB after adjustment were xerostomia and tooth loss (P <0.05). It can be concluded that women who survived BC had a high prevalence of negative impact on OHRQoL and OL, associated with odontological variables. Knowing the factors that influence the well-being and the health conditions of this population favors the planning and execution of preventive and diagnostic actions by the health teams.
Palavras-chave: Câncer de Mama, Qualidade de vida, Saúde bucal
Breast Cancer, Quality of life, Oral Health
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde e da Vida
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Franciscana
Sigla da instituição: UFN
Departamento: Ciências da Saúde e da Vida
Programa: Mestrado em Ciências da Saúde e da Vida
Citação: Jardim, Luísa Comerlato. QUALIDADE DE VIDA E LESÕES BUCAIS EM MULHERES SOBREVIVENTES AO CÂNCER DE MAMA. 2018. 88f. Dissertação( Mestrado em Ciências da Saúde e da Vida) - Universidade Franciscana, Santa Maria - RS .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://www.tede.universidadefranciscana.edu.br:8080/handle/UFN-BDTD/660
Data de defesa: 18-Jul-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências da Saúde e da Vida

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_LuisaComerlatoJardim.pdf1,36 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons