Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.tede.universidadefranciscana.edu.br:8080/handle/UFN-BDTD/814
Tipo do documento: Dissertação
Título: AVALIAÇÃO DO ESTRESSE E DEPRESSÃO E SUA ASSOCIAÇÃO COM BIOMARCADORES EM CUIDADORES DE IDOSOS COM DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS
Autor: Bakof, Karstyn Kist
Primeiro orientador: Boeck, Carina Rodrigues
Primeiro coorientador: Schuch, Natielen Jacques
Primeiro membro da banca: Quevedo, João Luciano de
Segundo membro da banca: Branco, Jerônimo Costa
Resumo: A população idosa está crescendo consideravelmente em todo o mundo e concomitantemente com este crescimento, ocorre o aumento das doenças neurodegenerativas, caracterizada por um declínio progressivo nas áreas de cognição e comportamento. Com a progressão da doença, surge a demanda por cuidados especiais, atividade importante desempenhada pelos cuidadores. Esta atividade impacta na qualidade de vida destes cuidadores e a sobrecarga de trabalho que enfrentam diariamente pode causar alterações emocionais e sobrecarga física, refletindo, por sua vez, em maior número em doenças somáticas, isolamento social, maior prevalência de doenças psiquiátricas como depressão e estresse, próprios da Síndrome de Burnout. O estresse psicológico tem sido associado a um aumento no risco de desenvolver a depressão e estudos sugerem que a cafeína possa agir como fator de proteção para esta patologia. Este trabalho, está disposto em dois capítulos e objetiva avaliar a influência do estresse e depressão na saúde física e mental de cuidadores de idosos com doenças neurodegenerativas. O capítulo 1 apresenta o estudo de campo, onde foram recrutados 81 cuidadores (familiares ou profissionais) de idosos com doenças neurodegenerativas da comunidade, de julho 2018 a abril de 2019. Os cuidadores foram avaliados quanto aos sintomas de estresse e depressão por meio das respostas aos questionários psicológicos (Escala Hamilton de Depressão e Inventário de Sintomas de Stress para adultos de Lipp). Também, responderam a um recordatório alimentar de 72 horas para avaliação do consumo de cafeína, e a coleta de saliva para a mensuração de biomarcadores salivares. O estudo de campo mostrou que os sintomas de estresse e depressão estão presentes em mais da metade da população e que o estresse foi associado ao nível educacional, uso de cigarro e frequência de danos no DNA, no entanto os índices de estresse e depressão não apresentaram associação com o consumo de cafeína e os biomarcadores salivares. O Capítulo 2 apresenta a revisão narrativa realizada a partir da literatura científica com a busca nas bases de dados PubMed, LILACS, SciELO, Web of Science e Scopus, para publicações entre 2008 e 2018, com os seguintes descritores: [“Burnout prevalence” or “Burnout Syndrome” or “Burnout“ and (“caregivers” and “dementia”) or (“dementia elderly”)]. Para a revisão bibliográfica, foram incluídos 10 estudos na língua inglesa, por apresentarem a prevalência da Síndrome de Burnout com uso de questionários próprios para a avaliação dessa síndrome. A grande maioria, apresentou uma elevada prevalência de Síndrome de Burnout em cuidadores de idosos com demência. A presente dissertação corrobora com a hipótese de que os cuidadores de idosos com doenças neurodegenerativas são expostos diariamente a situações estressoras, incrementa o conhecimento sobre o impacto do nível educacional como preventivo dos sintomas psicológicos. Contudo, indica que os biomarcadores salivares investigados não possuem um padrão de associação do estresse psicológico com o fardo do cuidado nestes cuidadores.
Abstract: The older population is increasing in the world and concomitant with there are an enhance in the neurodegenerative disease, characterized by a progressive decline in the areas of cognition and behavior. While the disease progresses, there is the demand for a special care, an important activity performed by caregivers. Caring someone impacts on the quality of life of the caregivers and the burden experienced daily can cause emotional changes and physical overload, reflecting somatic diseases, social isolation, higher prevalence of psychiatric illness, such as depression and stress, characteristics of the Burnout Syndrome. Psychological stress has been associated with an increased risk of developing depression and studies suggest that caffeine may act as a protective factor for this disorder. The present work is arranged in two chapters and aims to evaluated the influence of stress and depression on the physical and mental health of caregivers of the elderly with neurodegenerative disease. Chapter 1 presents the field study, where 81 caregivers (family members or professional) of the elderly with neurodegenerative diseases from community, recruited from July 2018 to April 2019. Caregivers were evaluated for stress and depressive symptoms using psychological questionnaires (Hamilton Depressive Rating Scale and Lipp’s Inventory of Stress Symptoms for adults). Also, they answered a 72-hours Recall to evaluate caffeine intake and collected saliva for the measurement of salivary biomarkers. The field study showed that stress and depression symptoms are present in more than half of the population and that stress was associated with educational level, tobacco use and frequency of DNA damage. However, stress and depression indexes did not show association with caffeine consumption and other salivary biomarkers. Chapter 2 presents the narrative review from the scientific literature with the search in the PubMed, LILACS, SciELO, Web of Science and Scopus databases for publications between 2008 and 2018, with the following descriptors: [“Burnout prevalence” or “Burnout Syndrome” or “Burnout“ and (“caregivers” and “dementia”) or (“dementia elderly”)]. For review, 10 studies were included in the English language, because they present the prevalence of Burnout Syndrome using questionnaires appropriate for the evaluation of this syndrome. The majority shows a high prevalence of Burnout syndrome in caregivers of the elderly with dementia. The present dissertation corroborates the hypothesis that caregivers of the elderly with neurodegenerative diseases are exposed daily to stressful situations, increments knowledge about the impact of educational level as a preventive of psychological symptoms. Nevertheless, it indicates that investigated salivary biomarkers do not have a pattern of association of psychological stress with the burden of care in these caregivers.
Palavras-chave: exaustão psicológica;exaustão do cuidador;biomarcadores salivares
psychological exhaustion;caregiver exhaustion, salivary biomarkers, caffeine intake
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde e da Vida
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Franciscana
Sigla da instituição: UFN
Departamento: Ciências da Saúde e da Vida
Programa: Mestrado em Ciências da Saúde e da Vida
Citação: Bakof, Karstyn Kist. AVALIAÇÃO DO ESTRESSE E DEPRESSÃO E SUA ASSOCIAÇÃO COM BIOMARCADORES EM CUIDADORES DE IDOSOS COM DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS. 2019. 44f. Dissertação( Mestrado em Ciências da Saúde e da Vida) - Universidade Franciscana, Santa Maria - RS .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://www.tede.universidadefranciscana.edu.br:8080/handle/UFN-BDTD/814
Data de defesa: 31-Jul-2019
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências da Saúde e da Vida

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_KarstynKistBakof_VersaoParcial.pdfDissertação742,21 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons