Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.tede.universidadefranciscana.edu.br:8080/handle/UFN-BDTD/846
Tipo do documento: Dissertação
Título: O ENSINO DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL A PARTIR DE HISTÓRIAS INFANTIS
Autor: Almeida, Daniela do Carmo Araujo de
Primeiro orientador: Pretto, Valdir
Primeiro coorientador: Vestena, Rosemar de Fátima
Primeiro membro da banca: Nicoletti, Elenize Rangel
Segundo membro da banca: Peixoto, Sandra Cadore
Resumo: O presente trabalho está vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Franciscana em nível de Mestrado Profissional. Esta pesquisa objetiva promover através da formação docente, a inserção do letramento científico na Educação Infantil a partir do uso de histórias infantis como recurso didático. Tendo em vista a vivência de seis anos como docente, em diferentes níveis de turmas de Educação Infantil, e mais três anos como gestora da Escola Municipal de Educação Infantil Darcy Vargas, Santa Maria, RS, a pesquisa foi realizada no contexto escolar com base no uso de histórias infantis como recurso didático para o ensino de Ciências na Educação Infantil. Acredita-se que o ensino de Ciências aconteça de forma concreta nessa etapa escolar e, em vista disso, as histórias infantis são uma alternativa coerente, visto que, a partir das brincadeiras, torna-se possível aliar o imaginário das histórias com a realidade da ciência. Consequentemente, esse aprendizado se fixará como base para os ensinamentos e aprendizagem nos anos escolares que se sucederão. O presente estudo teve, como umas das principais referências, a Base Nacional Comum Curricular (BRASIL, 2017), que traz os cinco Campos de Experiência que necessitam nortear o currículo pedagógico nessa etapa escolar, quais sejam: O eu, o outro e o nós; Corpo, gestos e movimento; Traços, sons, cores e formas; Escuta, fala, pensamento e imaginação; e Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações. Assim, as atividades apresentadas de forma concreta pelas docentes às crianças viabilizaram, de modo ideal, o que primam os referidos Campos de Experiência da Base Nacional Comum Curricular. A pesquisa foi desenvolvida junto ao grupo de docentes da escola, os quais atuam nas seguintes turmas: Berçário II, Maternal I, Maternal II, Pré-Escola A e Pré-Escola B, que abrangem a faixa etária de um a seis anos de idade. Em um primeiro momento, foi implementado, junto às docentes e duas turmas de Pré-Escola A (quatro a cinco anos), uma sequência de atividades para viabilizar o letramento científico, utilizando-sede uma história infantil como recurso didático. Em um segundo momento, para que as docentes aliassem o ensino de Ciências às histórias infantis, foi ofertado um curso, de quarenta horas-aula, acerca do letramento científico, tendo as histórias infantis como recurso didático. Referente à primeira etapa, os dados foram registrados sob forma de um artigo científico. Quanto à segunda etapa, a coleta de dados deuse por meio da análise dos planejamentos de aula, desenvolvidos pelas docentes, em grupos separados por nível de ensino, após terem selecionado uma história infantil como potencial para o letramento científico das crianças. Esse planejamento foi aplicado nas turmas no mês de dezembro de 2019 e, para fins de conclusão do curso, as docentes farão relatos de registros e experiências. Portanto, a presente pesquisa ratifica-se pela viabilidade de promover a educação científica desde a Educação Infantil, no entanto, a iniciativa precisa vir acompanhada da formação de professores em especial, a continuada visto que é em cada realidade escolar que se faz possível perceber as potencialidades e as fragilidades da concretização ou não a educação científica, desde os primeiros anos escolares.
Abstract: This work is linked to the Graduate Program in the Teaching of Science and Mathematics at the Professional Master’s Degree level of the Franciscan University. This research aims to promote scientific literacy, through teacher training, in early childhood education by using children's stories as a didactic resource. Considering a six-year experience as a teacher in different levels of kindergarten and three more years as a manager at Darcy Vargas Municipal School of Early Childhood Education, Santa Maria, RS, the research was conducted in the same school and focused on the use of children's stories as a didactic resource for the teaching of science in early childhood education. It is believed that the teaching of Science happens concretely at this stage of schooling and, in view of this, children's stories are a coherent alternative, since through play it is possible to combine the imaginary of stories with the reality of science. Consequently, this learning will set the foundation for the teaching and learning in the succeeding school years. This study had, as one of the main references, the Common National Curriculum Base (2017), which discusses the five Fields of Experience that guide the pedagogical curriculum at this stage, namely: The self, the other and us; Body, gestures and movement; Traces, sounds, colours and shapes; Listening, speaking, thinking and imagination; and Spaces, times, quantities, relationships and transformations. Thus, the activities presented concretely by the teachers to the children made it ideally possible what the referred Fields of Experience emphasize. The research was developed with a group of school teachers who work in the following levels: Nursery II, Maternal I, Maternal II, Preschool A and Preschool B, which cover the age group one to six years old. At first, a sequence of activities was implemented with the teachers and two classes of Preschool A (four to five years old) to enable scientific literacy using a children's story as a didactic resource. Secondly, for the teachers to combine the teaching of science with the children's stories, a forty-hour course on scientific literacy was offered having these children's stories as a didactic resource. In regard to the first step, the data was recorded in the form of a scientific article. As for the second stage, data collection was done by analysing the lesson plans developed by the teachers in groups separated by levels of education, after selecting a children's story as a potential means for children's scientific literacy. This planning was applied to the classes in December 2019 and, in order to complete the course, teachers will report on their records and experiences. Therefore, this research confirms the possibility of promoting science education since early childhood education. However, such an initiative needs to be followed by teacher training programs, especially in terms of continuing training, given that it is possible to understand the potentialities and weaknesses of science education in every teaching context since the early school years.
Palavras-chave: Educação Infantil. Ensino de Ciências. Histórias Infantis. Formação Docente.
Early Childhood Education. Science teaching. Children's stories. Teacher training.
Área(s) do CNPq: Ciências e Matemática
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Franciscana
Sigla da instituição: UFN
Departamento: Ensino de Ciências e Matemática
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática
Citação: Almeida, Daniela do Carmo Araujo de. O ENSINO DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL A PARTIR DE HISTÓRIAS INFANTIS. 2019. 100f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Franciscana, Santa Maria - RS .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://www.tede.universidadefranciscana.edu.br:8080/handle/UFN-BDTD/846
Data de defesa: 26-Nov-2019
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_DanielaDoCarmoAraujoDeAlmeida.pdfDissertação2,85 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons